Posts Marcados Com: nossa

20130621091548717620e

O gigante despertou

Giordana Bonifácio

Enfim despertou  o povo deste Brasil,

Estava há muito tempo adormecido,

Sem se revoltar contra o poder vil.

Mas hoje, o povo muito enraivecido,

 

Ciente da força que possui a sua voz,

Acorda para lutar por seu país.

Pois o gigante impávido é atroz,

Sua fúria é nossa força, nossa raiz.

 

Somos milhares, somos brasileiros.

Os governantes serão destituídos,

Pois o colosso se une por inteiro.

 

Juntos nós vamos chegar à vitória

E nossos atos não serão esquecidos,

Pois hoje o povo está compondo a história.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

coracao_remendado

Nós somos jovens

Giordana Bonifácio

Esta noite, não vamos nos preocupar.

Nós somos jovens ainda e isso é tão lindo.

Não sabemos para onde estamos indo,

Se ainda há lugares para o povo ocupar.

 

Mas já não importa, nada mais importa.

Não vamos lutar por sonhos perdidos.

Ou remendar corações já partidos.

E a felicidade bate a nossa porta.

 

Não vamos perder esta última chance.

Somos jovens e nada nos oprime.

Sabemos o que nossa força imprime.

 

Não há tristeza ou dor que nos alcance.

Somos jovens, não existe mais perigo.

Se ele passar a fria noite comigo.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Natal de Cristo

Giordana Bonifácio

Quando o sino anunciar o grande nascimento,

E os anjos cobrirem de glória este evento,

Vamos festejar mais uma vez a esperança,

Que veio ao mundo no corpo de uma frágil criança.

 

Vamos entregar nossas almas a um Salvador

Cujo amor por nós, homens, triunfou contra a dor.

Nesse Natal, que tal renovar a promessa,

De, não importa a dor porque nossa alma atravessa,

 

Seguir o que dizia um humilde carpinteiro,

Cujo poder e glória salvou o mundo inteiro?

Vamos aceitar seus sábios ensinamentos,

 

Pois somente Ele pode afastar os tormentos.

Nesse Natal, ao cear, lembre-se de agradecer,

Porque só Jesus, por nós, preferiu padecer.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Cada homem é seu próprio refúgio

 Giordana Bonifácio

O homem deve ser para si como um  refúgio.

Não há como usar do antigo e gasto subterfúgio,

Que nós estamos presos e não há como escapar.

Temos de nos libertar para à dor solapar.

 

A iluminação é a nossa constate procura.

Temos de encontrar para os apegos a cura.

O homem deve se livrar daquilo que o prende.

Pois só o mundo cheio de desejos a este ofende.

 

Livrando-nos dos vícios que aqui nos retêm.

Irradiaremos toda luz que os seres têm.

Porque somos somente luz em movimento.

 

Somos seres que mudam a todo momento.

Espero também seguir esta bela lição.

E conseguir, por fim, da vil dor, a abolição.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

O tempo

Giordana Bonifácio

Sei que tudo neste mundo é temporário.

O que hoje é vigoroso, amanhã, ao contrário,

É tão frágil que necessita de cuidados.

Os ferimentos com o tempo são curados.

 

O antídoto mais forte é o correr dos anos,

Que pode amansar do amor os vícios insanos.

Qual será o poder da ampulheta sobre nós?

É a nossa assassina! O relógio é nosso algoz!

 

Sei que nem mesmo a ação do tempo é permanente.

Um dia essa força que nos foi tão premente,

Parará, provocando o fim deste universo.

 

Digo este, pois é tema muito controverso,

As nossas concepções sobre outros planetas.

Nesse plano, as leis físicas estão obsoletas.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: