Posts Marcados Com: fina

Crepúsculo na capital

Giordana Bonifácio

Sabe, ainda observo o poente, como no passado,

Mas a minha solidão o fez perder a cor.

É que cheguei ao futuro bastante atrasado

E conheço bem da perda a profunda dor.

 

Para mim, não há crepúsculo mais doloroso,

Que este cuja beleza mais se intensifica,

No inverno seco, frio e deveras rigoroso,

Principal marca desta cidade tão rica.

 

Aqui, onde as ruas não são nomeadas e não há esquinas,

Há blocos numerados bem longe de tudo.

E nestas superquadras minha fé amofina.

 

Sentindo toda mágoa sem qualquer escudo,

Meu coração é bem frágil tal qual seda fina.

É onde guardo meu  bem mais precioso, contudo.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Felicidade

 Giordana Bonifácio

Felicidade não é tão difícil de se achar.

É só não deixar este belo botão murchar.

Carregamos a  fina flor  em nosso peito.

A alegria cultivamos como a um grande feito.

 

Só seremos felizes quando compreendermos,

Que não é essencial procurarmos em cantos ermos.

Está conosco este tesouro almejado.

Não se trata somente de um sonho dourado.

 

Felicidade não está restrita por sorte.

Não são essenciais fortunas ou  qualquer consorte.

Sozinho e sem dinheiro a encontrar é possível.

 

Apesar de não ser um fato muito crível,

Garanto-lhes: pode ser bem fácil ser feliz.

Basta ouvir o que seu bom coração lhe diz.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

 

A dor verdadeira

Giordana Bonifácio

A rua, a casa, o quarto, o som, a música.

Depois silêncio e lágrimas, a rima rica?

Talvez apenas este pobre sentimento.

Deste terrível mal, eu sei: não estou isento.

 

Sinto, porque sou humano, só somente.

Lá fora, cai uma chuva fina e persistente.

Não posso viver alheio ao bater do coração,

preso a estas divagações que me atormentam.

 

Queria falar sobre sonhos, queria ser feliz.

Mas a melancolia aparece sorrateira,

como num pesadelo que a tudo prediz.

 

A emoção é fugaz e acontece sem que o queira.

Sangra-me o peito e o que esse vazio me diz?

Somente o que sei sobre a dor: é verdadeira.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: