Posts Marcados Com: bela

sonho-de-deus

Onde dormem os sonhos

Giordana Bonifácio

Os sonhos de um passado já há muito distante,

Adormeceram dentro de mim, mas não os esqueço.

Na verdade, sei que esperam o grande instante,

Para quebrar a o torpor em que permaneço.

 

Vão mudar minha vida, e se dará bem assim:

Um dia, quando não mais existir esperança,

Todos os sonhos que guardo dentro de mim,

Vão despertar e trazer de volta a pura criança,

 

Que um dia já fui. Vão acordar todos os meus sonhos,

Transformarão o que é feio e doloroso em fantasia.

Nada mais restará destes dias tão medonhos.

 

A vida será como um dia um anjo prometeu.

Lembro de que, com sua bela voz, ele dizia.

“Um dia, tudo com que há muito sonhas será teu.”

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Cada homem é seu próprio refúgio

 Giordana Bonifácio

O homem deve ser para si como um  refúgio.

Não há como usar do antigo e gasto subterfúgio,

Que nós estamos presos e não há como escapar.

Temos de nos libertar para à dor solapar.

 

A iluminação é a nossa constate procura.

Temos de encontrar para os apegos a cura.

O homem deve se livrar daquilo que o prende.

Pois só o mundo cheio de desejos a este ofende.

 

Livrando-nos dos vícios que aqui nos retêm.

Irradiaremos toda luz que os seres têm.

Porque somos somente luz em movimento.

 

Somos seres que mudam a todo momento.

Espero também seguir esta bela lição.

E conseguir, por fim, da vil dor, a abolição.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Olhando para trás.

Giordana Bonifácio

Olhando para trás vejo um lindo passado.

Olhando para trás vejo o que fiz de errado.

Olhando para trás vejo uma linda infância.

Olhando para trás vejo o que tinha importância.

 

Olhando para trás vejo amigos do peito.

Olhando para trás vejo o que deles foi feito.

Olhando para trás vejo os anos perdidos.

Olhando paras trás vejo amores sofridos.

 

Olhando para trás vejo muita esperança.

Olhando para trás vejo uma bela criança.

Olhando para trás vejo toda uma vida.

 

Olhando para trás vejo esta despedida.

Olhando para trás vejo que tudo me dói.

Olhando para trás vejo que a dor me corrói.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , | Deixe um comentário

O silêncio

Giordana Bonifácio

O silêncio é a poesia mais bela para mim.

Mesmo que não possua qualquer início ou fim,

Que não seja dotado de versos ou rimas.

É a mais perfeita de todas obras-primas.

 

O silêncio sem nada expressar tudo diz.

O poeta que bastante canta é mero aprendiz,

Porque sua arte precisa de melodia e som.

Está preso a  seus versos em busca do tom.

 

Mas a mais bela canção prescinde de tudo.

E posso declamá-la até quando estou mudo.

A ausência de barulho agracia meus ouvidos.

 

Para se compor música, muito mais que aos ruídos,

É essencial ao silêncio compreender-se bem.

Porque sem este  não existiria o som também.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: