DESPEDIDA-DE-AMOR

“Plaisir d’amour ne dure qu’un moment,

Chagrin d’amour dure toute la vie.”

Jean-Pierre Claris de Florian

 

Amor

Giordana Bonifácio

Amor, o sonhar em que ando perdida,

No qual vou de alma em alma tão só errando.

Assim passei toda esta amarga vida,

À minha outra metade procurando.

 

Se hoje estou pela dor enlouquecida,

Às pessoas em silêncio contemplando,

É que repito a história tão batida,

Que meus lábios em vão estão murmurando.

 

“Tudo no mundo é frágil, tudo passa…”

É o que leio num soneto de Florbela.

Penso: “então deste jogo qual é a graça?”

 

Vamos amar em vão até que o amor acabe?

O que faz tal loucura, aos outros, bela?

A ilusão, a fantasia, o sonho? Quem sabe?

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: