1352980772_6a4545cf6e_b1

“Où il y a de la vie, il y a de l’éspoir”

Cervantes

 

Esperança

Giordana Bonifácio

Assombram-me os fantasmas da esperança.

Os luzidios espectros do destino,

Cujo som das ondas regem-nos em hino,

E seu vaguear é o ritmo em que se dança.

 

Nesses vales da vida que à alma cansa,

Os sonhos são a certeza do divino.

Mesmo que seja um simples desatino,

A fantasia é que a nossa alma descansa.

 

Quanta dor nosso espírito transporta?

Quanta mágoa ainda bate à nossa porta?

Mas, persiste uma cálida fé em nós.

 

A certeza de que, ao abrirmos nossos braços,

Quando já findos nos sejam os passos,

Não seremos deixados, na dor, sós.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: