o-onibus

O ônibus

Giordana Bonifácio

Ele me disse uma vez que partiria.

O primeiro alvo foi o meu pobre coração.

Então, com a dor, foi embora a alegria.

E ele já me havia levado a paixão.

 

Era certo que mais nada eu possuía.

E a saudade era tão só uma distração.

Restava-me a terrível agonia,

De viver sem ter sequer uma razão.

 

Ele levou embora todos os meus sonhos

Entrou no ônibus sem nem dizer adeus.

Foram com ele meus olhos tristonhos

 

Na estrada que vai para Nunca mais.

Adeus… Leve este meu amor consigo… Adeus…

E o ônibus foi-se para Nunca mais.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: