tumblr_lhfp6mXpjm1qcsdtvo1_500

Ao sabor das vagas

Giordana Bonifácio

Só.
Silêncio.
Suavemente, a brisa
Meus cabelos acaricia.
Sem medo agora.
O mar.
A fina areia.
Espuma fria e branca.
Sonhos perdidos para sempre.
Onde foi a esperança?
A dor.
A água do mar.
A dor tem sabor de mar.
A lágrima derrama sentimentos.
É só se deixar levar.
Para onde?
Para o azul infinito.
Céu e mar unem-se no horizonte.
O sol beija o oceano.
A noite chega.
Solidão,
Só.
Saudade também.
Coisa esquisita sentir.
A gente ama sem querer…
E amar é sofrer.
Dói.
Sussurra a brisa:
Se fosse tudo diferente?
Sem sofrimentos e saudades?
Sinto muito.
Sinto,
Muito.
O luar pálido.
Luz que cobre meu corpo.
É só um corpo agora.
Sem sentimentos.
Sal.
Sede de mar.
Sorvo imensidão.
A dor é salgada também.
Tem gosto de lágrimas,
Mas é mar.
Triste Escuridão.
A noite tem a cor da morte,
Sem medo agora.
Silêncio,
Só.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: