Promessa

Promessas

Giordana Bonifácio

Por toda minha vida eu prometo:

Não sofrer mais por um amor insano;

Não criar de minhas mágoas um soneto;

Não chorar depois de outro desengano;

 

Não crer amarga tão doce solidão;

Não ouvir o que me dizem as estrelas;

Não penar porque os sonhos muito tardam;

Não esquecer que na dor há coisas belas;

 

E se houver, ainda, “nãos” a serem ditos,

Prometo que nada irá me comover.

Nem mesmo juras de amor infinito.

 

Ou seu olhar em que vejo as ondas do mar.

Nem seu perfume num velho pulôver.

Ou meu coração que não posso domar.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: