ampulheta

Ainda é tempo

Giordana Bonifácio

Ainda é tempo de flores e, talvez, amores.

Ainda é tempo, era o que o próprio tempo me dizia.

Ainda é tempo, mas ainda havia duros rancores.

Ainda é tempo, a esperança age como a anestesia.

 

Ainda é tempo, repito ainda, confiem em mim.

Ainda é tempo, não pense nesta dor que sente.

Ainda é tempo, não vá desistir fácil assim.

Ainda é tempo, a dor pesa no peito da gente.

 

Ainda é tempo, é possível acreditar ainda.

Ainda é tempo, ouça pulsar a essência da vida.

Ainda é tempo, creia, pois esta fé jamais finda.

 

Ainda é tempo, então esqueça as noites de solidão.

Ainda é tempo, não vá antecipar a partida.

Ainda é tempo, por favor, não me diga não.

 

 

 

 

 

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: