91217-970x600-1

Seguindo sem direção

Giordana Bonifácio

Homens seguindo sem direção,

Não sabem aonde vão.

Sem caminho traçado,

Seguem amordaçados.

Recebem a vida como esmola.

E pouca educação receberam na escola.

Pobre gente pela tevê escravizada.

Tem sua sina há muito profetizada:

Serão sempre uma massa alienada,

Fácil de ser manipulada.

Enquanto os poderosos imperam,

Os pequenos por uma chance esperam

Sem força para a revolução.

Aceitam tudo sem comoção.

Sobrevivendo.

Como animais.

Manso gado indo para o abate.

E quem a esta maledicência combate?

Onde estão os heróis?
Nossa embarcação precisa da luz dos faróis.

Estamos à deriva num mar de iniquidades.

E nada recebemos na verdade.

Orfeu, resgate-nos deste inferno.

Pois estamos sem governo.

Somos uma gente pelo mundo esquecida.

Nunca se viu população mais sofrida.

Empunhamos nossa vida com espada.

Lâmina para nossa carne voltada.

Em silêncio, aceitamos.

Por que?

Onde está nossa humanidade?

Servimos a um poder que nos escraviza.

E não são só conjecturas desta poetisa.

Precisamos de sonhos.

E não de dias tristonhos.

Sem voz, sem sentimento.

Vamos dançar nesse doce momento.

Ao vencedor as batatas.

E nessas condições ingratas,

Seguramos firme o que nos resta.

Enquanto a mentira a casa infesta.

Há muito sangue sobre o chão.

Não sabem aonde vão.

Sem caminho traçado.

Seguem desnorteados.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: