sozinha

Sinistra solidão

Giordana Bonifácio

Sinistra sempre foi minha imensa solidão.

É que para seu frio vazio não tenho aptidão.

Porém fui condenada por maldosa fada.

E contra tal feitiço minha fé não é nada.

 

Já fiz tudo ao meu alcance para ser popular.

Mas como vencer quem procura me rotular?

Sempre fui àquela que por todos foi esquecida.

Dor como a minha não encontrarão parecida.

 

Será que ainda me resta uma sombra de esperança?

Tudo era muito mais simples quando eu era criança.

Mas não desisti, não recolhi as armas ainda.

 

Mesmo sabendo que meu penar nunca finda.

Sei que estou navegando contrário as correntes,

Mas sequer minhas tortas idéias são coerentes.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: