Última decisão

Giordana Bonifácio

Não posso temer este instante derradeiro.

Mas agora já não me sinto um ser inteiro.

Não estou assim tão convicto, talvez seja medo.

É que agora creio ser hoje ainda deveras cedo.

 

Meu coração me diz para tentar, persistir,

Mas estou apavorado,  o melhor é desistir.

Estou lutando contra o sim temendo o não.

Na minha escolha não deve haver nenhum senão.

 

Queria  não expor o opróbrio da minha derrota.

Mas não pode prosseguir um navio sem rota.

Estou perdido, não enxergo qualquer salvação.

 

Pelo caminho mais fácil sinto uma inclinação.

Vou saltar pois está decretado o meu fim.

Na verdade, ninguém  tem piedade de mim.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: