O tempo inexorável

Giordana Bonifácio

Quando os anos tirarem de sua face o viço.

E o frio espelho mostrar-lhe já um olhar mortiço.

Quando o tempo voraz causar marcas em seu rosto.

E a velhice já tiver-lhe o vigor deposto.

 

Quando procurar for pelos anos perdidos

E vir ser impossível recuperar dias idos.

Quando seu corpo curvar-se já muito frágil.

E seus olhos já não conseguirem ler fácil.

 

Enfim, quando perceber que já está a padecer.

E que a morte tão logo virá a acontecer.

Faça de toda sua existência uma avaliação.

 

Rememore se sempre praticou a boa ação

Haja vista que só esta que vale no fim.

Escute este conselho, essencial para mim.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: